Aleatório funciona como um poema/objeto em formato de flipbook. A partir de substituições das vogais da palavra aleatório procuro anagramas, reais ou falsos, que transformem seu sentido final e os distribuo em páginas sem ordem específica. Ao folhear o livro, o leitor vê a palavra se transformando e pode parar o movimento a qualquer hora, deparando-se com um sentido novo, como num caça-níqueis.

Aleatório

2018

impressão sobre papel ofício e

prendedor de metal

10 x 6 cm

 © 2020 por Pedro Pessanha